Estudo aponta: Comer tâmara pode facilitar trabalho de parto e aumentar dilatação




















Segundo estudos, a tâmara ajuda a gestante ter um trabalho de parto mais tranquilo. A pesquisa foi realizada pela Universidade de Ciência e Tecnologia da Jordânia. Os pesquisadores afirmam que gestantes nas últimas quatro semanas de gravidez que consumiram seis tâmaras por dia tiveram um parto mais fácil.


O estudo focou em observar mulheres não diabéticas ou com outras doenças. Segundo a pesquisa, a razão vem de substâncias presentes no fruto que são semelhantes à ocitocina, o hormônio do bem-estar e que tem papel essencial no trabalho de parto.
Além de ajudar na dilatação e descida do feto, a ocitocina facilita a amamentação, melhora a relações sociais e é o que liga de forma amorosa mamãe e bebê.


Embora o estudo não seja conclusivo, não há nenhum tipo de contraindicação do Ministério da Saúde brasileiro para o consumo de tâmaras por grávidas.


O fruto, que geralmente é consumido desidratado, inclusive propicia a redução da ingestão de açúcar refinado na alimentação da grávida, já que por ser bem docinha provoca saciedade.



Sobre a Tamara:


O fruto é conhecido por oferecer energias benéficas, pois não altera o teor de açúcar no sangue, como alguns alimentos. Rico em fibras, ele atua positivamente no sistema digestivo e previne a grávida de ter constipação. Além disso, a tâmara reduz os níveis de colesterol e não é calórica.






Benefício da tâmara para a grávida

  • Fornece energia
  • Sacia a vontade de comer doce
  • Controla nível de açúcar no sangue
  • Evita constipação intestinal
  • Reduz níveis de colesterol
  • Previne anemia


Benefícios da tâmara para o feto

Já para o bebê, o alimento influencia no desenvolvimento durante a gravidez.
  • Estimula desenvolvimento do feto
  • Previne má formação do cérebro e medula espinhal
  • Previne anemia




  • Benefícios da tâmara para o parto

    Os especialistas ainda concluíram que as tâmaras possuem substâncias semelhantes a ocitocina, o hormônio do bem-estar e essencial para o trabalho de parto e nascimento do bebê. Por isso, se consumida pela grávida nas últimas quatro semanas, o fruto:
    • Auxiliar na dilatação
    • Diminui tempo do trabalho de parto
    O consumo ideal é de quatro tâmaras por dia, de acordo com o estudo.